Comissão Científica

A Comissão Científica do VI Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países e Comunidades de Língua Portuguesa está representada por elementos que se distribuem pelos diferentes Eixos Temáticos.

Eixo Temático 1
A Educação Ambiental e a literacia oceânica

 Evandro Lopes

Evandro Lopes (Cabo Verde)| Coordenador

Mestre em Biologia Marinha, Docente e Cordenador do Curso de Ciências Biológicas no Instituto de Engenharia e Ciências do Mar da Universidade Técnica do Atlântico.  O foco de pesquisa está relacionada ao conhecimento e caracterização da genética de das espécies marinhas nativas e invasoras com objectivos de conservação e gestão sustentável. Actualmente é membro do Conselho Editorial da Revista Zoologia Caboverdiana, pesquisador do CIBIO-InBIO e estudante de pHD no Programa de Doutorado em Biodiversidade, Genética e Evolução (BIODIV) da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FC-UP). Mais Info: https://evandrolopesbio.wixsite.com/evandrolopes

 Mara 2

Mara Abu-Raya (Cabo Verde) 

Bióloga Marinha. Mestre em Recursos Marinhos e Gestão Costeira. Actualmente docente na Universidade de Cabo Verde (desde 2006), Líder do projecto “EcoVila, uma abordagem para promover a resiliência sócio-ecológica de Cabo Verde”, financiado pelo programa Darwin Initiative e Coordenadora nacional do Projeto IMPLAMAC – avaliação de Microplásticos, financiado pelo programa MAC 2014-2020. Desempenhou funções de coordenadora do curso Biologia Marinha e Ciências Biológicas, Presidente e Diretora Científica da Casa da Ciência da Praia, Santiago.

Ana Laranja (Portugal) 

Licenciada em Engenharia do Ambiente pela Universidade Católica Portuguesa, mestre em Biologia e Gestão da Qualidade de Água e doutoranda em Ensino e Divulgação das Ciências pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Bolseira do CIIMAR/CMIA de Vila do Conde, coordena várias atividades/palestras de Educação Ambiental, Literacia Oceânica e Comunicação de Ciência. Coordena, realiza e dinamiza exposições de Ciência/Ambiente/Saúde. Promove diversas formações na área da Educação Ambiental, Análise de Águas e Comunicação de Ciência. Já coordenou diversos Estudos de Impacte Ambiental, Avaliação Ambiental Estratégica e Auditorias Ambiental e de Qualidade em Portugal e Angola.

Neusa Pinheiro

Neusa Pinheiro (Cabo Verde) 

Possui uma licenciatura em Engenharia Química, um mestrado em Recursos do Mar e Gestão Costeira e é doutoranda em Oceanografia. Foi docente e investigadora na Universidade de Cabo Verde até dezembro de 2019. Entre 2014 e 2015 foi membro do Conselho Pedagógico. De 2014 a 2017  exerceu a função de Coordenadora do Curso de Licenciatura em Ciências  Biológicas da UniCV. No ano 2019 desempenhou a função de Coordenadora da Comissão Cientifica Especializada em Ciências da Natureza, da Vida e do Ambiente. Coordenadora local do projeto REBECA (Rede de Excelência em Biotecnologia Azul) desde 2014. Desde janeiro de 2020 é docente e invstigadora da Universidade Técnica do Atlantico.

 Carmen Almada   eixo 1 e comissão organizadora

Carmen Helena Almada (Cabo Verde)

Doutora em Gestão Costeira pela Universidad de Las Palmas de Gran Canarias (ULPGC) – Espanha, Mestre em Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Brasil e Licenciatura em Ciências Biológicas, Modalidade Biologia Marinha pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Brasil. Professora Auxiliar da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Cabo Verde. Bióloga especialista em Botânica Marinha, com sólida experiência na área de Ficologia, tendo realizado várias pesquisas na Universidade de Gran Canarias (Espanha) e na Universidade Federal do Rio de Janeiro (Brasil). Actualmente, sua investigação está voltada ao estudo das algas e fanerógamas marinhas do Arquipélago de Cabo Verde, abordando os aspectos taxonómicos, ecológicos e de conservação.

FlaviaSilva

Flávia Silva (Portugal)

Gestora de projetos na Fundação Oceano Azul, é formada em Engenharia do Ambiente (Especialidade de Gestão e Recuperação Ambiental) pelo Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa e Mestre em Engenharia do Ambiente, Perfil Gestão e Sistemas Ambientais pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Desempenhou, nos últimos dez anos, funções de investigadora e gestora de projetos de Ambiente, Educação Ambiental e Literacia Oceânica, na FCT NOVA / MARE, destacando-se os projetos MARGov – Governância Colaborativa em Áreas Marinhas Protegidas; MARLISCO - MARine Litter in European Seas: Social Awareness and Co-Responsibility; Pesca Ó Peixe – Repórteres pela Literacia do MAR; Embaixadores pela Biodiversidade e CleanAtlantic. De momento encontra-se ainda a realizar o Doutoramento em e-Planeamento pela Universidade Nova de Lisboa.

Carla Damaso eixo1

Carla Dâmaso (Portugal)

Licenciada em Biologia Marinha e Pescas e Mestre em Estudos Integrados dos Oceanos, vive no Faial desde 2002, onde trabalhou na área das Pescas nos Açores, tendo sido responsável ao longo de mais de 10 anos por uma série de acções e publicações de divulgação científica, nomeadamente na área das pescas e promoção e valorização do pescado dos Açores. Desde 2013 desenvolve um trabalho mais dedicado à educação ambiental, divulgação e comunicação de ciência, como educadora marinha no Centro de Ciência e coordenadora do Observatório do Mar dos Açores (OMA). 

Eixo Temático 2

A Educação Ambiental, Direitos Humanos e a Crise Climática

Pablo Meira

Pablo Ángel Meira Cartea (Galiza) | Coordenador

Profesor Titular de Educación Ambiental (EA) na Universidade de Santiago de Compostela. Membro do Grupo de Investigación en Pedagoxía Social e Educación Ambiental (SEPA).  A súa investigación céntrase no estudo das bases teóricas da EA, o deseño e avaliación de políticas públicas de EA, nas representacións sociais do cambio climático e na educación e comunicación fronte á emerxencia climática. Premio María Barbeito de Investigación Pedagóxica (2009). Director do Proxecto Resclima (www.resclima.info). Cofundador e expresidente da Sociedade Galega de Educación Ambiental. Promotor e integrante da Rede Lusófona de Educação Ambiental (https://redeluso.blogspot.com.es/) e da Rede de Pesquisadores Internacionais em Educação Ambiental e Justiça Climática (REAJA). Autor e coautor de máis de 250 publicacións en libros e revistas, entre as que destacan Educación Ambiental y desarrollo humano (2001), In Praise of Environmental Education (2005), Comunicar el Cambio Climático (2009), Climate Change, Education and Communication: A Critical Perspective on Obstacles and Resistences (2010), La sociedad ante el cambio climático. Conocimientos, valoraciones y comportamientos en la población española (2009, 2011 y 2013), Transition communities and the glass ceiling of environmental sustainability policies at three universities (2017), Climate literacy among university students in Mexico and Spain (2017), Climate Change and Education (2019).

 foto pessoal2 marcus

Marcos Sorrentino (Brasil)

Professor Sénior da Universidade de São Paulo, no depto de Ciências Florestais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, na qual coordena a Oca - Laboratório de Educação e Política Ambiental. Foi diretor de EA no Ministério do Meio Ambiente da República Federativa do Brasil entre 2003 e 2008. Ativista de associações, redes e fóruns de ambientalistas e de educadores ambientais.

Diara

Diara Kady Rocha (Cabo Verde)

Natural de Cabo Verde, Licenciada em Biologia (Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa - FCUL), Mestre em Produção Agrícola Tropical (Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa) e Doutorada em Parasitologia, área de Ciências Biomédicas pela Universidade Nova de Lisboa, Instituto de Higiene e Medicina Tropical (UNL-IHMT). Colaboradora em vários projetos de investigação no IHMT, no Instituto de Medicina Molecular e na FCUL com publicações nacionais e internacionais, na área de saúde pública, caraterização de plantas medicinais e aplicação de fitoquímicos no controlo de vetores e pragas. Nos últimos anos tenm dedicado à docência em Mindelo, Cabo Verde nas seguintes universidades: FaED da UniCV, Universidade de Mindelo, FECM e UTA. E colaborado na orientação de alunos em diversas áreas, ambiente, conservação de recursos naturais, saúde e alimentação, algas marinhas e fenômenos de bioinvasão, sendo alguns trabalhos publicados no âmbito de fórum internacional e RTC.

 Antonio Ludgero

António Ludgero Correia Júnior (Cabo Verde)

Doutor (2016) em Biologia Humana e Experimental pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil, possui Graduação em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Fundação Santo André (2008), São Paulo, Brasil, e atualmente é Professor Auxiliar da Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade de Cabo Verde (Uni-CV). Além de outras formações complementares, possui formação em Gestão de Ciências, Bioética na Pesquisa e Elaboração de Projetos de Pesquisa. Atuou como técnico-líder da equipe de Virologia Molecular do Laboratório HLA-UERJ, Rio de Janeiro, Brasil, onde planeava a rotina laboratorial, analisava e interpretava os resultados, e gerenciava os processos da qualidade (indicadores da qualidade, Controle Interno da Qualidade, Controle Externo da Qualidade e tratamento de não conformidades). Desenvolveu suas atividades científicas atuando em linhas de pesquisa nas áreas de Biologia Celular, Biologia Molecular, Morfologia, Genética, Imunologia e Virologia.

joao paulo madeira

João Paulo Madeira (Cabo Verde)

Professor Auxiliar da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV). Investigador do Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP-ISCSP-UL). Doutor em Ciências Sociais pela Universidade de Lisboa, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP-UL). Em 2018, foi bolseiro de pós-doutoramento pela Fundação Calouste Gulbenkian na Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), Universidade Nova de Lisboa (UNL) enquanto membro da Rede de Estudos Ambientais em Países de Língua Portuguesa (REALP).

Alexandre Cabral

Alexandre Cabral (Guiné-Bissau)  

Mestre em Ciências Técnicas – Engº Químico e Tecnológo de Petróleo e Gás, Especialista do Ambiente (Alterações Climáticas). Atualmente é Especialista / Analista do Ambiente, Energia e Desenvolvimento Sustentável no Centro Nacional de Coordenação do Mecanismo de Resposta a Alerta Precoce – CEDEAO / Governo da Guiné – Bissau. Desempenhou as Funções de Diretor Nacional do Projeto “Utilização Racional do Património Florestal” (Carbonização) FAO/GB  e sobre as Alterações Climáticas na Guiné – Bissau – PNUD/GEF nas suas diferentes fases. Desempenhou também as funções de Diretor Geral do Ambiente/ Ministério do Recursos Naturais e do Ambiente. Foi Ponto Focal Nacional UNFCCC (Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas). É, atualmente, professor na Universidade Lusófona da Guiné – Gestão Ambiental.

 serra carlos

Carlos Serra (Moçambique)

Advogado, consultor, docente universitário e activista ambiental, com especialização em direito do ambiente, longa experiência sobre as temáticas da legislação de resíduos, gestão de resíduos, poluição por resíduos e governação local. Nos últimos anos tem vindo a direcionar as suas energias para o desperdício zero e economia circular, com foco no desenho de soluções na gestão de resíduos que possam reduzir e anular a pegada ambiental e na saúde pública, bem como gerar oportunidades de negócio e emprego junto das populações vulneráveis. Faz parte da equipa internacional de coordenação do Dia Mundial da Limpeza. No seu percurso profissional, teve uma passagem no Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural (2015 - 2019), onde adquiriu experiência acrescida em relação aos desafios que o Pais enfrenta no domínio da gestão de resíduos, nos níveis político, legal, governamental local, administrativo, educativo e corporativo, tendo igualmente estabelecido uma rica rede de contactos.

Michéle
Michèle Sato (Brasil)

Coordenadora do Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte (GPEA) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Foi uma das fundadoras da Rede Lusófona de Educação Ambiental e possui diversas vivências e aprendizagens no âmbito da construção de direitos humanos e emergência climática.

 

Eixo Temático 3
A Educação Ambiental e atividades socioeconómicas como valorização das comunidades locais
  
Filomena Martins

Filomena Martins (Portugal) | Coordenadora

Docente, Doutorada em Ciências Aplicadas ao Ambiente. Diretora do Programa Doutoral em Ciências e Engenharia do Ambiente, Vice-diretora do Mestrado em Ciências do Mar e da Atmosfera. Responsável por várias unidades curriculares no âmbito do Ambiente, Planeamento Territorial, Recursos Naturais, Ciências do Mar e Gestão Costeira. Membro da Direção do Departamento de Ambiente e Ordenamento, da UACoopera-Mar e do Comité Português da Comissão Oceanográfica Intergovernamental (CP-COI). Desenvolve investigação nas áreas de Gestão e Planeamento das Zonas Costeiras e Marinhas, Turismo Costeiro, Educação Ambiental, Desenvolvimento Sustentável, Conservação de Património Natural e Cultural, Participação e Cidadania, Perceção Social do Risco, com participação em vários projetos.

Adilson Semedo   eixo 3

Adilson Semedo (Cabo Verde)

Nasceu na cidade da Praia, Santiago, Cabo Verde, em julho de 1976. É doutorado em Sociologia (com especialização na área de Desigualdades, Cultura e Território), mestre em Estudo Africanos (com especialização em Antropologia Social), ambos pela Universidade do Porto – Portugal, e licenciado em Ciências Sociais, pela Universidade Federal do Ceará – Brasil. Actualmente é Professor Auxiliar na Universidade de Cabo Verde, onde coordenou o curso de licenciatura em Ciências Sociais (2013-2015).

Jose Capitango

José Capitango (Angola) 

Natural de Catabola, Província do Bié, nascido a 2 de Setembro de 1963 e residente em Luanda Angola. Docente do Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED LUANDA) e Doutorando em Educação na Universidade de Santiago de Compostela Espanha.

Mami CO

Maria Miguel Estrela (Cabo Verde)

A sua área de estudo situa-se no universo das Ciências da Educação, a experiência profissional abarca vários campos desde a educação, a formação de adultos, até ao artesanato e desenvolvimento sociocomunitário com envolvimento em várias atividades de promoção do associativismo e do desenvolvimento local. É Professora na Faculdade de Educação e Desporto na Uni-CV, em Mindelo. As suas áreas de interesse incidem na educação, na promoção cultural, na preservação do ambiente e no ativismo social.

Rui Sá

Rui Sá (Portugal)

Licenciado em Antropologia pela Universidade Técnica de Lisboa, com a especialidade de Relações Etno-Culturais e Antropologia Biológica (2003). Realizou a Pós-Graduação (stricto sensu) em Evolução Humana pela Universidade de Coimbra e o Mestrado académico em Evolução e Biologia Humanas igualmente pela Universidade de Coimbra. Doutorado em Antropologia Biológica e Etnoecologia pela Universidade Nova de Lisboa e Universidade de Cardiff, Reino Unido, tendo-lhe sido atribuído o título de Doctor Europaeus (2013). Fez o Pós-Doutoramento no recente criado HPI-Lab (Laboratory for Infectious Diseases Common to Human and Non Human Primates) em Brno, República Checa, pertencente à Faculdade de Medicina Veterinária da University of Veterinary and Pharmaceutical Sciences (2012-2014). Tem experiência na área de Ecologia Molecular, Mastozoologia, sendo especialista em Primatologia, mas também em Parasitologia, Genética da Conservação, Filogeografia e Etnobiologia de primatas africanos com ênfase na África Ocidental e em particular na Guiné-Bissau, onde trabalha desde 2007. Os seus interesses de investigação relacionam-se com a intersecionalidade entre a biologia, ecologia, conservação de primatas (e no geral de outros espécies), doenças infecciosas emergentes e negligenciadas e percepções etno-culturais. Aplica metodologicamente uma miríade de técnicas abrangentes nos seus estudos: i.e. genéticas, parasitológicas e etnográficas. Atualmente é investigador integrado no CAPP- Centro de Investigação em Administração e Políticas Públicas do ISCSP/Ulisboa.

Cesária Gomes

Cesária da Conceição Gomes (Cabo Verde)

Nacionalidade cabo-verdiana. Licenciada em Biologia Marinha e Doutorada em Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável. A nível profissional apresenta uma vasta experiência em matéria de sustentabilidade ambiental, experiência adquirida enquanto Técnica Superior da Direcção Nacional do Ambiente, tendo como uma das incumbências promover atividades relacionadas com gestão sustentável dos ecossistemas.

 Maria Lourdes Gonçalves

Maria de Lourdes Silva Gonçalves (Cabo Verde)

Docente e investigadora da Universidade de Cabo Verde. Possui doutoramento em Desenvolvimento Rural, metrado em Ciências Sociais e licenciatura em Antropologia; é Vice-Presidente da Escola de Ciências Agrárias e Ambientais; membro do Conselho Científico e do Conselho da Qualidade e Avaliação da Uni-CV; atua nos cursos de graduação, mestrado e doutoramento nas áreas de ciências sociais, ambiente e desenvolvimento; pesquisa temáticas ligadas a questões Socio-ambientais, Políticas Públicas, Desenvolvimento Rural Sustentável e Género.

Vilmar Pereira eixo 3

Vilmar Alves Pereira (Brasil)

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); desenvolve atividades no campo da Educação Ambiental Popular em comunidades tradicionais. Bolsista de Produtividade do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq) em Educação – Nível 2. Autor da Ecologia Cosmocena. Teoria no campo dos Fundamentos da Educação Ambiental. Organizador da Obra Coletiva: PEREIRA, V. AMALTA, M. C. (Org.). Ontologia da Esperançaa Educação Ambiental em tempos de crise.

 

Eixo Temático 4

A Educação Ambiental no sistema educativo, construindo a eco cidadania

2marilia andrade

Marília Torales Campos (Brasil) | Coordenadora 

Professora Associada da Universidade Federal do Paraná (UFPR). DOUTORA em Ciências da Educação (Programa Interuniversitario em Educação Ambiental) pela Universidade de Santiago de Compostela-Espanha (2006). Possui formação de PÓS-DOUTORADO (2008) no Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental da Fundação Universidade Federal do Rio Grande (PPGEA-FURG), e PÓS-DOUTORADO (2007) no Grupo SEPA-Interea da Universidade de Santiago de Compostela. Possui GRADUAÇÃO em Pedagogia e MESTRADO em Educação Ambiental (2001) pela Fundação Universidade Federal do Rio. É vice-lider do Grupo de Pesquisa Ambiente, Sociedade e Educação na (UFPR). Atualmente realiza estágio de PÓS-DOUTORADO na Universidade do Québec em Montreal - UQAM (2017-2018). É pesquisadora associada do Centre de recherche en éducation et formation relatives à lenvironnement et à lécocitoyenneté da Universidade do Quebéc em Montreal (Canadá). Membro da equipe Internacional do Projeto RESCLIMA, liderado pela Universidade de Santiago de Compostela (Espanha). Autora de livros, artigos, capítulos de livros e resumos no campo da Educação Ambiental e das políticas de formação de professores.

Mário Acácio

Mário Oliveira (Portugal) 

Professor Adjunto da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria, instituição onde leciona a unidade curricular “Educação Ambiental” e realiza atividade de investigação subordinada à “História do Ambiente, Cidadania e Educação Ambiental”.É doutorando em Educação Ambiental, mestre em Mineralurgia e Planeamento Mineiro e licenciado em Geologia. Possui o título de especialista em Proteção do Ambiente – Educação Ambiental. De há mais de duas décadas à presente data, na qualidade de docente, técnico superior do Ministério do Ambiente ou voluntário em ONGA (Organizações não Governamentais de Ambiente), tem coordenado/implementado um vasto conjunto iniciativas e projetos de Educação Ambiental, nacionais e internacionais. É autor e coautor de artigos científicos, livros e documentação de natureza pedagógico-ambiental. É Presidente da Oikos – Associação de Defesa do Ambiente e do Património da Região de Leiria, ONGA a que pertence há mais de duas décadas, e representante das ONGA em diversos organismos públicos de âmbito local e regional.

jorge neves vf

Jorge L. B. Neves (Cabo Verde)

Licenciatura e mestrado em Química pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, e doutoramento em Ciências e Tecnologia do Ambiente pela mesma Faculdade. Atualmente, desempenha funções como investigador no Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR, Portugal). As principais publicações internacionais estão ligadas a toxinas marinhas. O principal objetivo da sua investigação é o uso sustentável dos recursos marinhos, a descoberta e caracterização de compostos naturais marinhos, identificação de seus alvos moleculares e exploração de possíveis aplicações biomédicas. Integra dois projetos europeus, AlertoxNet - programa Interreg Atlantic Area e o projeto EMERTOX - programa Horizon 2020. É coordenador e autor dos manuais escolares de CI do 1º ao 4º ano de escolaridade e, de CTV do 5º ao 8º ano de escolaridade, do Ministério da Educação de Cabo Verde. 

 pedro martins eixo 4

Pedro Martins (Portugal)

Licenciado em Biologia pela Universidade do Porto. Mestre em Ecologia Aplicada pela Universidade do Porto, em colaboração com a Universidade de Santiago de Compostela e o Istituto Zooprofilattico Sperimentale della Lombardia e Dell’Emilia Romagna. Mestre em Educação pelo Instituto Politécnico do Porto. Deu aulas no ensino superior, no ensino secundário e ministrou formação de adultos na área da Educação Ambiental. Atualmente é Diretor da EPAMAC e investigador do inED – Centro de Investigação e Inovação em Educação. Desde 1999 é autor de manuais escolares e livros técnicos para professores.

Antero Benedito
Antero Benedito (Timor-Leste)
 
Antero Benedito da Silva, graduated Masters of Philosophy (MPhil) in Peace Studies, Trinity College in Ireland in 2005, and Masters of Business (MBS) in Cooperative Social Enterprise, from the National University College Cork, Republic of Ireland in 2008. In 2012, Mr. Da Silva graduated PhD in Education for Peace (with Justice), University of New England, Austrália. He is the founding member of Kdadalak Sulimutuk Institute and Institutu ba Estudu Dame Konflitu no Sosial (IEDKS), and is the current Director of post graduate in peace studies at the UNTL (Universidade Nacional Timor-Lorosae). Mr. Da Silva hás been a permanent lecturer of the Community Development Department of UNTL since 2006, and his current research interests are the transformative peace and environmental education, with particular topics such as integrating ecology into Early Childhood Education, Ecological tourism and Eco Agrarian reform in Timor Leste. To link Peace building to local communities, he has just initiated the establishment of a Peace Centre Resource Centre located in the indigenous and remote Lolein community of Aldeia Namalay, some 45 minutes of land trip from Dili, the capital aimed to promote Solidarity Fulidaidai Community Based Economia Zone.
Raimundo Mulhaisse

Raimundo Alberto Mulhaisse 

Licenciado em Ensino de Geografia (Universidade Pedagógica Moçambique), Mestrado em Educação & Currícula (Pontificia Universidade Católica de São Paulo – Brasil) e Doutorado em Geografia (Universidade Pedagógica Moçambique). Actua como docente universitário desde 1996 no Departamento de Ciências da Terra e Ambiente, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Licungo na Extensão da Beira. É Professor Auxiliar e Director Geral da Extensão da Beira da Universidade Licungo (UniLicungo) desde 2019. Suas pesquisas envolvem especialmente as Áreas de Conservação e os Direitos Socio-ambientais, com ênfase nos seguintes temas: conflitos sociais, saberes locais e comunidades no paradigma de inclusão. Desenvolve as actividades de pesquisa no Grupo de Pesquisa Território e Ambiente no CEDECA (Centro de Estudos de Desenvolvimento Comunitário e Ambiente) da UniLicungo. Membro de Conselho Científico dos Congressos Internacionais de Educação Ambiental dos Países e Comunidades de Lingua Portuguesa em 2017 (Ilha de Príncipe, São Tomé e Príncipe) e em 2019 (Ilha de Bubaque, Guiné-Bissau) para o Eixo Temático os Saberes Locais e a Educação Ambiental.

Olga Santos

 

Olga Pinto Santos (Portugal) 

Professora Adjunta na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria. Doutora em Educação Especial pela Faculdade de Educação da Universidade de Salamanca. Mestre em Educação Ambiental. Formadora acreditada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua na área da Educação Especial e das Ciências da natureza. Participou em vários projetos nacionais e internacionais; Várias publicações na área da Educação Especial e Educação Ambiental.

Filipa Barreto eixo5

Filipa Barreto Sacramento (S. Tomé e Príncipe)

Licenciada em Biologia e Mestre em Biodiversidade e Biotecnologia Vegetal - Área de Especialização em Biotecnologia pela Universidade de Coimbra/Portugal. Deu aulas no Ensino Básico e Secundário em Portugal. Desde ano letivo 2014/2015 que leciona no Instituto Superior de Educação e Comunicação da Universidade Pública de S. Tomé e Príncipe. Participou no Projeto Reforço Institucional e Qualitativo do Ensino Básico que culminou com a producão de dois manuais. Atualmente Coordena a Área das Ciências Biológicas e leciona as disciplinas de Didática das Ciências Naturais e Ecologia e Ambiente.

 COrtet

Osvaldo Ortet (Cabo Verde) 

Professor Auxiliar da Faculdade de Ciências da Universidade de Cabo Verde, desempenha também as funções de Coordenador de Área Disciplinar de Química e também coordena os cursos de Licenciatura em Engenharia Alimentar e Engenharia Química e Biológica. Concluiu o Doutoramento em Química (2016), com a sua investigação para a Tese de Dissertação, na área Química Orgânica Ambiental, na procura de novos compostos orgânicos com capacidades extrativas de metais raros e preciosos de catalisadores automóveis em fim de vida útil.

 Joaquim Lusofono2

Joaquim Ramos Pinto (Portugal)

Licenciado em Educação do Ensino Básico pela Universidade de Aveiro; Diploma de Estudos Avançados obtido pela Universidade de Santiago de Compostela, onde frequenta a etapa de tese de doutoramento no âmbito do Programa Interuniversitário de Doutoramento em Educação Ambiental. Professor em mobilidade ao abrigo do protocolo entre o Ministério da Educação e Ministério do Ambiente. Coordenou várias jornadas e conferências de E.A. de âmbito nacional e internacional, tendo publicado vários artigos em revistas e jornais no âmbito de projetos e investigações que desenvolveu. É, atualmente, presidente da Associação Portuguesa de Educação Ambiental.

Joao Cardoso eixo4

João Cardoso (Cabo Verde)

Licenciado em Física e Química (ramo do ensino), pela Universidade de Évora (Portugal), Mestre em Nanociências, Química do Vivente e do Ambiente pela Universidade de Bordeaux (França) e Doutor em Ciências e Engenharia do Ambiente pela Universidade de Aveiro (Portugal), com especialidade em estudos atmosféricos (qualidade do ar). Nesse domínio, é coautor de várias publicações científicas (cf. em https://www.cienciavitae.pt/pt/0817-25BF-08AE). Vem desempenhando cargo na equipa reitoral da Uni-CV desde outubro de 2014, sendo atualmente Vice-Reitor para o Ensino, Formação e Inovação Pedagógica.

 

Eixo Temático 5
Educação Ambiental na conservação da natureza

Aline Rendall

Aline Rendall Monteiro (Cabo Verde) | Coordenadora

Mestre em Biologia Animal pela Universidade de Brasília (UNB), licenciada em Ciências Biológicas pela universidade Federal de Pernambuco. Entre 2003 e 2019, foi Assistente Graduado de investigação no instituto de Investigação e desenvolvimento agrário - Área Conservação da Biodiversidade Terrestre  - Fauna Terrestre (Aves e insectos). Desde 2009, Professor a tempo parcial na Universidade de Cabo Verde, tendo leccionado as áreas de Genética, Anatomia e Fisiologia Animal, Biologia dos vertebrados nos cursos de Ciências Biológicas e Agronomia Socio Ambiental. Orientação de trabalhos de fim de Curso – Com mais de 2 dezenas de orientações de trabalho de fim de curso, nos domínios da Biodiversidade, particularmente de ornitologia, entomologia entre outros. Participação na elaboração de documentos nomeadamente o livro Branco sobre estado do ambiente, Planos de gestão e conservação e alguns artigos com destaque para Contribuição da educação ambiental na explicitação e resolução de  conflitos em torno dos recursos hídricos.

Miguel de Barros2018

Miguel de Barros (Guiné-Bissau) 

Sociólogo especializado na área do planeamento e investigador. Desde 2012 desempenha as funções de diretor executivo da ONG ambientalista Tiniguena, preside o Comitê Nacional dos membros da UICN e é co-fundador do Centro de Estudos Sociais Amílcar Cabral – CESAC, do qual é coordenador da Célula de Pesquisa sobre História, Antropologia e Sociologia.É autor de vários livros, entre os quais A Sociedade Civil e o Estado na Guiné-Bissau: dinâmicas desafios e perspetivas (2015), Media freedom and right to information in Africa (2015), em co-autoria com L. Bussotti T. Gratz, O Impacto do Voluntariado na Guiné-Bissau (2014), Sociedade Civil, Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (2014) em co-autoria com C. Carvalho, A Participação das Mulheres na Política e na Tomada de Decisão na Guiné-Bissau: da consciência, perceção à prática política (2013), em co-autoria com Odete Semedo, e coordenou a edição da Revista Guineense de Ciências Sociais Soronda Juventude e Transformações Sociais na Guiné-Bissau (2015).

 Sónia Merino

Sonia Merino (Cabo Verde)

Mestre em biologia molecular aplicada e biotecnologia. Atualmente, responsável da biossegurança e pela instalação do laboratório de seguimento de qualidade e patologia aquícola na Fazenda de Camarão de Cabo Verde, coordena ainda a área de estudos e novos projetos.  Com 8 anos de experiência na coordenação e execução de políticas de ciência tecnologia e inovação, de entre outros, a partir do desenho e instalação de parques científicos e tecnológicos (agro-industriais e de tecnologia e ciências exatas). 30 anos de docência e investigação universitária nas áreas das ciências biológicas e aquicultura, e de gestão de políticas de ciência, tecnologia e inovação. Vasta Experiência de investigação e gestão sustentável de recursos marinhos e costeiros no INDP, com especial atenção para o desenvolvimento de áreas marinas protegidas, e ampla experiência no enfoque comunitário da gestão de recursos marinhos e costeiros na região da Africa Ocidental. 

 Isildo Gomes Eixo 5

Isildo Gomes (Cabo Verde)

Licenciado em Biologia, Mestre em Gestão de Recursos Naturais e doutorando em Engenharia Agronómica. Investigador no Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento Agrário-INIDA. Acumulou, durante 3 décadas, experiências na recolha, tratamento e análise de dados botânicos e ecológicos, expressas em mais de duas dezenas de publicações científicas, tendo trabalhado durante mais de duas dezenas de anos com equipas de Botânicos internacionais.

 agostinho cachapa

Agostinho Cachapa (Angola) 

Licenciado em Ciências Pedagógicas, especialidade: Química, pela Universidade Pedagógica de Havana, na República de Cuba, em 1992. Doutorado em Ciências Químicas, pela Universidade de La Laguna, no Reino de Espanha, em 2005. Professor Associado da Universidade Mandume ya Ndemufayo. Linha de investigação: Água e Qualidade Ambiental.

Elisa Luisa Pereira vc

Elisa Luísa Santa Pereira (Timor Leste)

Bacharelado de Ciências Sociais, Chefe Departamento de Planeamento Estratégico Nacional da SEM e Chefe do Departamento  Acordo Multilateral dos Assuntos Ambientais Ponto Focal  da CPLP Ambiente.   Em 2012-13 assumiu o cargo de Directora Interina da Direção Nacional para Assuntos Ambientais  Internacionais.  Em 2015 em coordenação entre Direção Geral do Ambiente com o Ministério de Agricultura e Pescas no VII Congresso da CPLP em Díli Timor-Leste, consegui realizar a Cultura tradicional Timorense (Tara Bandu/ Pendurar e Proibir) a nível CPLP, como uma acção de proibir deitar lixos nas margens das praias. Participei na COP21 em Paris 2015.

sonia silva

Sónia Silva (Cabo Verde) 

Licenciada em Geologia pela Universidade de Lisboa, Mestre em Geociências, especialização em Ambiente e Ordenamento do Território pela Universidade de Coimbra, Doutora em Engenharia Geológica, especialização em Geologia do Ambiente e Ordenamento do Território. Professora Auxiliar da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Cabo Verde nas áreas da Geologia, Geologia de Cabo Verde, Riscos Geológicos, Impactes Ambientais, Geologia de Campo, SIG  e Cartografia Geológica. Docente no Ensino Superior, tendo exercido vários cargos como Coordenadora do Curso de Ciências Naturais e Geologia, Direcção dos Serviços Académicos, Vogal Administrativa do Departamento de Ciência e Tecnologia e  Pró-Reitora para a Pós-Graduação e Investigação. Investigadora em projectos de investigação nas áreas da Geologia, Geotécnia, Vulcanologia, Riscos Naturais e Geologia Marinha. Consultora em Estudos de Impacte Ambiental, Geologia e Riscos Geológicos.

keyne De Sousa eixo 5

Keynesménio Afonso Neto (São Tomé e Príncipe)

Professor Assistente da Universidade de São Tomé e Príncipe (USTP). Investigador visitante no Centro de Geociância da  Universidade de Coimbra. Mestre em Geociências pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unviersidade de Coimbra.  Fui Bolseiro (2010 -2011) do Projecto Topomed “Plate re-organization in the western Mediterranean: lithospheric causes and topographic consequences” na Laboratório Geologia e Geofísica Marinha da Universidade de Aveiro. Faço parte da equipa de coordenação do Dia Mundial de Limpeza em São Tomé e Príncipe.