sexta, 18 de agosto de 2017

Comissão Científica

A Comissão Científica do IVCongresso Internacional de Educação Ambiental dos Países e Comunidades de Língua Portuguesa está representada por elementos que se distribuem pelos diferentes Eixos Temáticos.

Eixo Temático 1
IDENTIDADE(S) DO CAMPO E POLÍTICAS PÚBLICAS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Marcos Sorrentino

Marcos Sorrentino (Brasil)

Oca - Laboratório de Educação e Política Ambiental, ESALQ/USP.
Docente. Ambientalista e professor, ex-diretor de EA do Ministério do Meio Ambiente do governo federal da República Federativa do Brasil, de 2003 a 2008 e ex-assessor especial de política ambiental do Ministro de Educação do Brasil, no ano de 2013, coordena o Laboratório de Educação e Política Ambiental do Departamento de Ciências Florestais da ESALQ/USP. 

 JOaquim Ramos Pinto
 
Joaquim Ramos Pinto (Portugal)
 
Licenciado em Educação do Ensino Básico pela Universidade de Aveiro; Diploma de Estudos Avançados obtido pela Universidade de Santiago de Compostela, onde frequenta a etapa de tese de doutoramento no âmbito do Programa Interuniversitário de Doutoramento em Educação Ambiental. Professor em mobilidade ao abrigo do protocolo entre o Ministério da Educação e Ministério do Ambiente. Coordenou várias jornadas e conferências de E.A. de âmbito nacional e regional, tendo publicado vários artigos em revistas e jornais no âmbito de projectos e investigações que desenvolveu. É atualmente presidente da Associação Portuguesa de Educação Ambiental.
 
 MariaBarba
 
María Barba Núñez (SGEA -  Sociedade Galega de Educação Ambiental - 3º Lusófono EA)
 
Educadora social, doutorada em Ciencias da Educação e membro do Grupo de Investigação em Pedagogia Social e Educação Ambiental (SEPA) da Universidade de Santiago de Compostela. O seu traballo de tese “A educación ambiental en Galicia. Análise sociobiográfica da súa construción como campo”, um olhar sociológico á análise do campo da educação ambiental. Tem participado também em projetos de investigação sobre educação e comunicação sobre mudanças climáticas (RESCLIMA) e educação para o desenvolvemento. Atualmente é presidente da Sociedade Galega de Educação Ambiental. 
 
 
 Fefe Bilbao

 

Alfredo Simão da Silva (Guiné-Bissau)

Alfredo Simão da Silva, é Geógrafo de formação, Licenciado pela Universidade de Havana, Cuba; MSc. em Geografia/SIG e Diplomado com DEA (Diploma de Estudos Aprofundados) pala Universidade de Bretagne Ocidental, Brest, França. Especialista em Sistema de Informação Geográfica e Gestão Costeira, Antigo director do Gabinete de Planificação Costeira, Antigo Presidente da Rede Regional das Áreas Protegidas Marinhas na Africa Ocidental, Membro da Comissão Mundial das Áreas Protegidas, Actualmente é o Director Geral do Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas da Guiné-Bissau (IBAP). Autor e co-autor de várias publicações e artigos científicos, nomeadamente sobre o ambiente, SIG, biodiversidade e as áreas protegidas.

 Sulisa

 

Sulisa Signo Bom Jesus Quaresma (São Tomé e Príncipe)

Nascida em S.Tomé no dia 05 de dezembro de 1979. É Técnica Superior da Direcção Geral do Ambiente, desde maio de 2009.
Concluiu o Mestrado Integrado em Engenharia Química, com especialidade em Ambiente, Energia e Processos, pela Faculdade Ciências e Tecnologia da Universidade Coimbra em 2008.
Docente no Instituto Superior de Educação e Comunicação (ISEC) da Universidade Pública de S.Tomé e Príncipe a Disciplina de Educação Ambiental e Sustentabilidade.
Também tem desempenhado várias funções no domínio da educação ambiental informal.

 

 

Eixo Temático 2
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA RESPOSTA ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS E AOS RISCOS E DESASTRES AMBIENTAIS

Pablo Cartea

Pablo Ángel Meira Cartea (Galiza)

Univ. de Santiago de Compostela
Docente. Doutor en Ciencias da Educación e Profesor Titular de Educación Ambiental (EA) na Universidade de Santiago de Compostela. As súa investigación céntrase nos fundamentos teóricos e ideolóxicos da EA, a educación e a comunicación relativa ao cambio climático e o desenvolvemento estratéxico da EA. É autor de dous centos de monografías e artigos especializados. Premio María Barbeito de Investigación Pedagóxica no ano 2009. Ex-presidente e fundador da Sociedade Galega de Educación Ambiental. 
 Filomena CArdoso Martins

Filomena Cardoso Martins (Portugal)

Universidade de Aveiro
Docente. Doutorada em Ciências Aplicadas ao Ambiente. Coordenadora do Mestrado em Ciências do Mar e Zonas Costeiras e do Programa Doutoral Erasmus - Mundus em Gestão Marinha e Costeira. Responsável por várias unidades curriculares no âmbito do Ambiente, Planeamento Territorial, Recursos Naturais, Ciências do Mar e Gestão Costeira. Desenvolve investigação nas áreas de Gestão Planeamento Integrado Zonas Costeiras, Turismo Costeiro, Conservação de Património Natural e Cultural, Participação e Cidadania, Perceção Social do Risco, Desenvolvimento Sustentável e Agenda21, participando em vários projectos.
Mário Jorge Cardoso Coelho Freitas

Mário Jorge Freitas (Portugal/Brasil)

Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), SC
Docente. Graduação em Biologia e Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado em Educação. Professor aposentado da Universidade do Minho, professor permanente voluntário no Mestrado Profissional em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental da Universidade do Estado de Santa Catarina. Pesquisador em Gestão de Risco (bolsista da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de Santa Catarina), Gestão Ambiental e Educação Ambiental.

 

foto Silvestre

Silvestre Balduino Dias de Barros Umbelina (São Tomé e Príncipe)

Consultor da Direcção de Agricultura Pecuária e Pesca na Secretaria Regional de Economia do Governo Regional do Príncipe.
Trabalha Sobre a Influencia de Mudanças Climáticas do Contesto Regional (Príncipe). Licenciou-se em Engenharia Agronómica, no Instituto Superior de Agronomia em Lisboa. Assistente Técnico de Agricultura, Responsável de Empresas Agrícolas, Técnico de Investigação Agronómica, Ministro para a Região do Príncipe, Secretario Regional dos Assuntos Económicos e presentemente é professor de Física da 10ª e 11ª Classes. Participou nos trabalhos de preparação durante 2 anos, sobre a Primeira Comunicação Nacional Sobre Mudanças Climáticas em S. Tomé e Príncipe.

UlissesAzeiteiro

 

Ulisses Azeiteiro (Portugal)

Doutorado e Agregado na área científica de Biologia, grupo disciplinar de Ecologia, é Professor Associado com Agregação do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, onde Coordena no Núcleo de Alterações Climáticas e Ativos de Biodiversidade. O trabalho de investigação em curso é favorecedor de uma visão social, económica e multi/intercultural dos fenómenos ecológicos e ambientais, o que conduziu ao alargamento da investigação a outras geografias com quem hoje mantêm relações privilegiadas, nomeadamente os continentes Africano e Sul-Americano (Brasil e outros países da América Latina). É ainda membro integrado do CESAM, Universidade de Aveiro, Portugal. 

 

Eixo Temático 3
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS EQUIPAMENTOS, INTERPRETAÇÃO E CONSERVAÇÃO
  

Boli2016

 

Araceli Serantes Pazos (Galiza)

Araceli Serantes Pazos, profesora da Universidade da Coruña. Especialista em Equipamentos (centros) para a Educação Ambiental, âmbito do meu traballo de Tese de Doutoramento. Membro desde 2004 do Seminário Permanente de Equipamentos do CENEAM (Centro Nacional de Educación Ambiental); dinamizo esta área na SGEA (Sociedade Galega de Educación Ambiental). Durante 10 anos esteve ligada profesionalmente com CEIDA (centro de referencia na Galiza). Dirige em parceria a revista ambientalMENTE sustentable.

 Sara Carvalho
 
 Sara Carvalho (Portugal/Galiza) 

É doutorada em Educação Ambiental (Univ. Santiago de Compostela - USC). Atualmente é investigadora de pós-doutoramento na Universidade de Aveiro (Centro de Estudos Ambientais e Marinhos/Departamento de Biologia) e bolseira pela Fundação para a Ciência e para a Tecnologia em parceria com a USC. É formadora acreditada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua na área de “educação ambiental”. Com experiência formativa, de conteúdos pedagógicos e investigativa de quase 20 anos, actualmente faz parte dos órgãos sociais da ASPEA. É revisora de várias revistas internacionais na área ambiental. As principais áreas de investigação são os equipamentos para a educação ambiental (EqEA); os EqEA e intervenção comunitária; Educação Climática e relação com a alimentação em EqEA; EA em zonas costeiras.                                                                                                                  

 
Meyaer Antonio

Meyer António (São Tomé e Príncipe)

Direção das florestas de São Tomé e Príncipe. Licenciou-se em Engenharia Florestal na Universidade de Pinar del Rio (2009, Cuba). Mestrado em Manejo e Gestão Integrada de Florestas e Territórios tropicais na ERAIFT (2014, República Democrática de Congo). Participou em diversos encontros nacionais e internacionais sobre a gestão florestal e da biodiversidade. É actualmente responsável pela sensibilização da Direcção das Florestas, Ponto Focal da Convenção Ramsar, correspondente principal do Observatório das Florestas de África Central (OFAC) e membro da equipa nacional da Comissão das Florestas da África Central.  

 

 Nelson Gomes Dias (Guiné-Bissau)

 

Eixo Temático 4
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO SISTEMA EDUCATIVO

Marília Torales
 
Marília Torales (Brasil)
 
Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Doutora em Ciências da Educação. Professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atualmente é Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação: Teoria e Prática de Ensino e vice-presidente da Associação Internacional de Pesquisadores em Educação Ambiental.
Daniela Figueiredo
 
Daniela Figueiredo (Portugal)
 
Departamento de Biologia&CESAM, UA
Doutorada em Biologia, pela Universidade de Aveiro, onde é investigadora de pós-doutoramento. As áreas de investigação incluem as Ciências Naturais e Biológicas, com ênfase na temática das alterações climáticas e do seu impacto na ecologia das comunidades microbianas aquáticas (nomeadamente na ocorrência de blooms tóxicos de cianobactérias e riscos para a Saúde Pública). Tem desenvolvido ações de educação ambiental e divulgação científica, em escolas e em jornadas para a sociedade em geral, mas também à escala virtual. 
Paulo Mafra reduzida
Paulo Mafra (Portugal)
 
Licenciado em Biologia e Geologia; Mestre em Promoção/Educação para a Saúde e Doutor em Estudos da Criança. Professor Adjunto do departamento de ciências da natureza da Escola Superior de Educação de Bragança (ESEB). Tem orientado trabalhos de licenciatura e mestrado nas áreas de Educação Ambiental; Educação para a Saúde e formação de professores. Foi diretor do curso de Educação Ambiental na ESEB entre 2007 e 2015. Integra o Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) do Instituto de Educação da Universidade do Minho. Desde 2010 coopera com a Universidade de São Tomé e Príncipe na lecionação e orientação de trabalhos de investigação nos mestrados em Educação Ambiental e Ensino das Ciências.
 AnteroBenedito

 

Antero Benedito da Silva (Timor-Leste)

Antero Benedito da Silva, graduado PhD em Educação da Paz, pela University of New England, Austrália. Fundador do Instituto do Estudos da Paz e Conflitos Sociais em 2007 e Diretor do programa de Mestrado na área de estudos da Paz da UNTL. Membro do Comité da Educação da paz e dos Direitos Humanos da Mahidol University, Tailandia e também é um dos membros atuais do Conselho Disciplinar da Universidade Nacional de Timor Lorosa'e (UNTL). As áreas pesquisa dele são os da educação da paz e ambiental transformativo.

Maria de Lourdes Gonçalves
 
Maria de Lourdes Gonçalves (Cabo Verde) 
 
Doutora em Desenvolvimento Rural/Universidade Federal do Rio Grande do Sul, (Brasil); Mestre em Ciências Sociais/UNICV (Cabo Verde) e Licenciada em Antropologia/Universidade de Coimbra (Portugal). Docente da Uni-CV. Leciona nos cursos de Graduação e no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (UNICV em parceria com a UFC-Brasil). Tem experiência na área de docência, realização de projetos e consultorias.  
Agostinho Cachapa
 
Agostinho Cachapa 
 
Agostinho Cachapa, nascido no Namibe, Angola. Licenciado em Ciências de educação, especialidade de Química pelo Instituto Superior Pedagógico “E. J. Varona”, Cuba e Doutor em Ciencias Químicas pela Universidad de La Laguna, Espanha. Professor Associado da Escola Superior Politécnica do Namibe da Universidade Mandume ya Ndemufayo no curso de Engenharia Ambiental.
Darnel
 
Darnel Hélio de Sousa Baía (São Tomé e  Príncipe)
 
Direção Geral do Ambiente
Licenciado em Química pela Universidade Técnica de Lisboa (Portugal, 2009). Mestre em Educação Ambiental pelo Instituto Politécnico de Bragança em parceria com a Universidade de São Tomé e Príncipe (São Tomé, 2014). No percurso profissional exerceu funções de professor do nível liceal (2010 -2016), professor Universitário (2010-2011) e técnico da Direção geral do Ambiente. Participou em diversos seminários nacionais e internacionais sobre as alterações climáticas, a poluição ambiental e resíduos. Foi consultor de adaptação para elaboração das contribuições de São tome e Príncipe referente a diminuição do aquecimento global (INDC) apresentada na (cop 21) em Paris (2015). Atualmente exerce as funções de autoridade nacional designada para a convenção de Roterdão.
 
 
 AlineCastro

Aline de Castro (São Tomé e Príncipe)

Licenciatura em Ciências Biológicas na UFPA-Brasil. Pós graduação em Quimica Ambienal e mestrado em Ciências Marinhas Tropicais na UFC-Brasil. Exerceu funções de assistente administrativa no Gabinete da Promoção da Mulher. Professora no Ensino Secundário de quimica e de Educação Ambiental e Microbiologia no Ensino Superior Politécnico. Participou em diversos encontros nacionais e internacionais sobre a Problemas ambientais e da biodiversidade. Ponto Focal a nivel da Biodiversidade sobre Acesso das Vantagens Provenientes da Exploração dos Recursos Genéticos em Africa Central-APA, foi autora da monografia, " Índice de Sensibilidade Ambiental sobre o Derramamento por Hidrocarboneto no Litoral de S.T.P. para elaboração da Carta de Sensibilidade Ambiental ao Derramamento do óleo do Litoral da ilha de S.Tomé. Atualmente responsável pela Secção da Direcção de Informação, Comunicação e Estatística Ambiental-DICEA. Tem desenvolvido juntamente com outros técnicos algumas consultorias nas áreas de pesquisas da biodiversidade e florestal sobre a exploração sustentável de recursos florestais em São Tomé e Príncipe.

 

 

Eixo Temático 5
AS FRONTEIRAS DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ÉTICA, INCLUSÃO, GÉNERO, PAZ E JUSTIÇA

MIcheleSato
 
 
 
Michèle Sato (Brasil)
 
Fui uma das fundadoras da Rede Lusófona de Educação Ambiental, por ocasião das 12ª Jornadas de Educação Ambiental da Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA). Promovemos a primeira reunião presencial no encontro satélite do VI encontro Ibero-americano de Educação Ambiental em Joinvile e depois vieram os congressos: o I em Santiago de Compostela (Galícia, Espanha), o II em Cuiabá (Mato Grosso, Brasil), o III na Torreira (Murtosa, Portugal). Estamos rumando à 4ª edição em São Tomé e Príncipe, emocionados pela travessia que mira ao horizonte de esperanças. 
 

 

Lucia Iglesias
 
Lucia Iglesias (Galiza)
 
Universidade de Santiago de Compostela
Actualmente pertence ao equipo de investigación en Pedagogía Social e Ambiental SEPA-Interea da USC dirigido polo profesor José Antonio Caride e colabora nun Projecto de investigação dirigido polo profesor Pablo Meira sobre Representações sociais do 'Cambio Climático'.

 

CLÁUDIO ALVES FURTADO

Cláudio Alves Furtado (Cabo-Verde)

Universidade Federal da Bahia/Universidade de Cabo Verde
Membro do comité executivo do Conselho para o Desenvolvimento da Pesquisa em Ciências Sociais em Africa (CODESRIA) e presidente da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa. Tem desenvolvido as suas linhas de trabalho e investigação no âmbito das teorias sociais, desigualdades sociais, inclusão social, integração regional, cooperação e desenvolvimento e migrações. 

Olga Santos

Olga Santos (Portugal)

IPL – ESECS
Equiparada assistente 2.º triénio
Licenciatura em Professores do Ensino Básico, variante de Matemática e Ciências da Natureza; Licenciatura em Relações Públicas e Publicidade; Doutoranda em Educação Especial: Objeto e Tendencias de Investigação, na Universidade de Salamanca; Membro da Unidade de Investigação iACT. Docente na ESECS - Instituto Politécnico de Leiria.

 

 

Eixo Temático 6
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA VALORIZAÇÃO SOCIOECONÓMICA DAS COMUNIDADES LOCAIS 

Brigida
Brígida Rocha Brito (Portugal)
 
Professora Associada na Universidade Autónoma de Lisboa, departamento de Relações Internacionais: Licenciatura (Ambiente e Relações Internacionais; Cooperação Internacional; Mundo Contemporâneo); Mestrado (Dinâmicas Sociais Transnacionais); Doutoramento (Seminário de Investigação). Subdiretora de Janus.net, e-journal of international relations e membro da direção do OBSERVARE, Observatório de Relações Exteriores. Doutorada e Mestre em Estudos Africanos, socióloga com Pós Doutoramento concluído sobre Educação Ambiental em contexto insular africano. Consultora externa de organizações internacionais e ONGs na realização de diagnósticos para a implementação de projetos de desenvolvimento e na avaliação intercalar e final. É associada da ASPEA e membro da Assembleia Geral.
Eugénio Neves

Eugénio Neves (São Tomé e Príncipe)

Eugénio dos Santos Neves nasceu na Ilha do Príncipe aos 27 de Fevereiro de 1971. Licenciou-se em Turismo na Universidade Blaise Pascal em Clermont-Ferrand (2001, França) e tirou o mestrado em Educação Ambiental no IPB-Portugal e USTP-São Tomé (2014).
Percurso profissional, é quadro da Universidade pública de São Tomé e Príncipe onde exerce funções de Coordenador dos cursos de Turismo e Gestão Hoteleira. É assistente técnico para área do turismo do projeto PAPAC-GEF e Secretário-geral da Plataforma de Turismo Responsável e Sustentável de STP. Participou em diversos encontros nacionais e internacionais sobre o Turismo Sustentável e a gestão sustentável da biodiversidade. É também responsável de operações do operador turístico Mistral Voyages.
AngelaBaeder

Angela Martins Baeder (Brasil)

Professora pesquisadora do Centro Universitário Fundação Santo André. Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo, Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos e Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo. Docência, pesquisa e extensão na área de Ciências Ambientais e Educação, com ênfase em Educação Ambiental e construção participativa de políticas públicas e de processos de gestão em meio ambiente, com inclusão social. Atuação militante em projetos com movimentos sociais de catadores (as).

 

Eixo Temático 7
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS SABERES TRADICIONAIS E MANIFESTAÇÕES CULTURAIS-ARTÍSTICAS 

Germán Vargas Callejas 
 
Germán Vargas Callegas (Galiza)
 
Univ. de Santiago de Compostela
Docente. Doutor en Ciências da Educação, docente e investigador na Universidade de Santiago de Compostela, Facultade de Ciencias da Educação, Departamento de Teoría da Educação, Historia da Educação e Pedagogia Social; membro do grupo de investigação "Pedagoxía Social e Educación Ambiental" (SEPA). Autor de varias publicações, e Professor visitante e conferenciante en múltiplas universidades de Europa, América Latina e África.  
Mulhaisse

Raimundo Alberto Mulhaisse (Moçambique)

Docente pesquisador na Universidade Pedagógica. Director do Centro de Estudos de Desenvolvimento Comunitário e Ambiente (CEDECA). Licenciatura em Ensino de Geografia pela Universidade Pedagógica da Beira (1991-1996). Mestre em Educação & Currícula pela Pontificia Universidade Católica de São Paulo – Brasil (2004-2006); Pós-graduado em Gestão do Desenvolvimento Comunitário (2009-2010) – Centro Internacional de Formação (Itália). Doutorando em Gestão do Turismo pela Atlantic International University – EUA (2012-2015). Doutorando em Geografia pela Universidade Pedagógica Moçambique – (2013 – 2016).
 
FranciscConceição

Francisco Afonso Vaz da Conceição (São Tomé e Príncipe)

Francisco Afonso Vaz da Conceição, licenciado em Língua e Literatura Francesa e Pós-graduação: Especialização em Educação. Como quadro do Ministério da Educação e Cultura, leccionou os vários níveis de ensino, presentemente, é Director do Centro de Formação da Ilha do Príncipe. Participou nas comissões de trabalhos ligados ao Património Mundial da Biosfera da Ilha do Príncipe. É membro da Comissão Nacional do Património Cultural Imaterial de S. Tomé e Príncipe.
Dulce Ferreira

Dulce Ferreira (Portugal)

Licenciada em Ensino de Física e Química e especializada em Educação Especial, desenvolveu investigação na área da educação científica para todos, em particular no âmbito do mestrado e do doutoramento, incidindo especialmente na articulação entre ambientes de aprendizagem formais e não-formais. Tem desenvolvido diversos projetos de educação científica e ambiental para diferentes públicos, nomeadamente em articulação com a arte, destacando-se a participação na produção e interpretação de teatro.

José Capitango

José Capitango (Angola)

Docente do Instituto Superior de Ciências da Educação de Luanda. Mestre em Educação e Gestão da Cultura pelo Instituto da Cultura de MINSK-BIELORÚSSIA. Mestre em Investigação em Educação, Diversidade Cultural e Desenvolvimento Comunitário pela Faculdade de Ciências da Educação da Universidade de Santiago de Compostela e Doutorando em Educação, Cultura de Sustentabilidade e Desenvolvimento pela mesma Universidade.

 AlwisaCarvalho

 

Awilsa Carvalho (São Tomé e Príncipe)

Licenciou-se em Geologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008, Brasil) e mestrada em Geociências pela mesma Universidade (2014, Brasil). Formação complementar em Seismic Interpretation, Houston, Texas – EUA, 2016. Exerceu funções de professora do Ensino Secundário (2001-2004), Professora na Universidade de São Tomé e Príncipe (USTP, 2010-2016). Estagiária da Direção de Conservação, Saneamento e Qualidade do Ambiente (2014-2015). Participou em diversas consultorias de Projetos relacionados ao Ambiente. É também autora de diversas publicações de artigos em revistas internacionais. Participação em alguns eventos internacionais. Atualmente desempenha funções de técnica do departamento técnico da Agência Nacional do Petróleo de São Tomé e Príncipe.

 

 

Eixo Temático 8
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL-EDUCOMUNICAÇÃO NAS REDES SOCIAIS

 

 

AnabelaCarvalho
 
Anabela Carvalho (Portugal)
 
Anabela Carvalho (PhD, University College London) é Professora Associada no Departamento de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho, onde lecciona disciplinas como Comunicação, Ciência e Ambiente, Comunicação Internacional e Comunicação Política. A sua investigação centra-se nos domínios da comunicação e ambiente, comunicação e ciência, e comunicação e envolvimento politico, com particular incidência no tema das alterações climáticas. Anabela Carvalho é co-fundadora e ex-Presidente da Secção de Comunicação de Ciência e Ambiente da European Communication Research and Education Association (ECREA), bem como co-fundadora da International Environmental Communication Association (IECA) e ex-membro do seu Board of Directors.
 
 juliana bussolotti

Juliana Marcondes Bussolotti (Brasil)

Prof. Dra. Juliana Marcondes Bussolotti: Licenciada em artes, mestre em Ciências Ambientais e doutora em Geografia. Docente na Educação a Distancia da Universidade de Taubaté, pesquisadora em educação ambiental, turismo, educação a distancia, uso público em unidades de conservação e paisagens multifuncionais. Participante de fóruns e redes de discussão em Educação Ambiental, em participação socioambiental e conservação da natureza. Representante de organização não governamental em conselhos gestores de unidades de conservação e do Mosaico Bocaina de áreas Protegidas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

joomla templatesfree joomla templatestemplate joomla

Boletim Informativo

Agenda

August 2017
S M T W T F S
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2